< voltar

Cuidando

24 Janeiro
Aquaterapia para pais e filhos

Aquaterapia para pais e filhos

Mamães e papais, vocês já ouviram falar em aquaterapia? Então, neste post vamos falar sobre tema. A hidroterapia é um método que permite exercitar os bebês debaixo d'água, e é maravilhoso para auxiliar as habilidades físicas, sociais e cognitivas dos pequenos. Alguns papais até podem confundir a hidroterapia para bebês com aulas de natação. Ainda que o bebê entre em contato direto com a água, não é um treinamento para aprender a nadar, pelo contrário, é uma técnica que a criança consegue se desenvolver melhor em um ambiente aquático. Uma das características da hidroterapia para bebês é que pode ser feita com recém-nascidos e com crianças de até 4 anos. 

Ah, e não podemos esquecer que além de todos esses benefícios, ela também é recomendada para incentivar a independência das crianças. 


Tanto pais quanto filhos podem compartilhar essa experiência juntos

Alguns papais ainda têm receio que os pequenos entrem em contato com água muito cedo. Porém, nos primeiros meses de vida, as crianças têm mais facilidade para se adaptar à água, pois lembram da barriga da mamãe. E não pense que a criançada fica com medo, viu? Os estímulos na piscina fortalecem ainda mais a sua confiança. 

Vale lembrar que a aquaterapia não é somente para os bebês, os papais também podem participar! Já as mamães que querem acompanhar os pequenos e estão gestantes devem consultar o obstetra, tá? Normalmente, durante a gestação, é usada para melhorar a circulação do sangue, reduzir o inchaço das pernas e diminuir a dor nas costas, pés e joelhos. 

Ou seja, as famílias podem praticar esses exercícios juntinhos e se beneficiarem de forma divertida e relaxante. 


Conheça os benefícios da aquaterapia para os pequenos

• Ajuda a relaxar
Por trabalhar indiretamente a musculatura dos pequenos e gastar mais energia, os pequenos se sentem mais leves e tranquilos. 

• Estimula a autoconfiança
Se o bebê se sentir seguro na piscina e praticar com frequência, com certeza será mais confiante em qualquer outro ambiente. 

• Superação
A aquaterapia também tem a missão de ensiná-lo a se proteger e superar o seus medos.

• Abre o apetite
Dentro da água o bebê estará em constante movimento, consequentemente o seu metabolismo acelera e aparecerá aquela fominha.

• Melhora a relação familiar
Os exercícios da aquaterapia são diretamente relacionados ao bem-estar e, por isso, os bebês ficam mais tranquilos, sorridentes e bem-humorados.

• Desenvolve o lado direito do cérebro
O lado direito do cérebro está ligado aspecto criativo e artístico. A aquaterapia se dedica a ajudar o bebê a ser mais observador e, assim, promover a sua sensibilidade e sua criatividade. Incrível, né? 

• Contribui para o desenvolvimento psicomotor
Por ser uma atividade na qual o bebê não para, auxilia também no movimentos dos membros que ainda estão em desenvolvimento. 

• Fortalece o sistema cardiorrespiratório
Os pequenos que sofrem de bronquite, asma ou alergias costumam sentir melhora após a prática regular dos exercícios na água, por trabalhar bastante a respiração e fortalecer o pulmão. Além disso, diminui o ressecamento das vias aéreas nos períodos de baixa umidade.

• Diversão
A hidroterapia é uma oportunidade para que tanto os pais quanto os bebês possam compartilhar e se divertir, graças às inúmeras atividades que podem ser feitas dentro d’água. 

E pra finalizar, se a aquaterapia for praticada de forma constante, o bebê poderá auxiliar no seu desenvolvimento e ter um melhor estilo de vida. 

Quem ficou com vontade de mergulhar nessa com os pequenos? 

Até a próxima!


Fonte: Melhor com saúde  | Tua saúde | Sou mamãe | Bebê | Canal Infantil | Amaral Natação