< voltar

Cuidando

05 Outubro
Vacinação em dia

Vacinação em dia

Manter o calendário de vacinação em dia e um acompanhamento regular no pediatra são medidas importantes para garantir um desenvolvimento saudável e uma infância longe de doenças graves. É essencial que, no primeiro ano de vida, o bebê faça visitas mensais ao pediatra para acompanhar seu desenvolvimento, como ganho de peso, altura e possíveis problemas relacionados ao crescimento. Ao nascimento BCG: Protege contra as formas graves de tuberculose, meningite, pneumonia tuberculosa e a tuberculose miliar, entre outras. Essa é a vacina da famosa cicatriz no braço. Até 5 meses Hepatite B: Protege contra a hepatite B. São 3 doses: ao nascer, entre o primeiro e o segundo mês e com 6 meses. Pode causar dor local e, raramente, febre. Aos 2 meses Antipneumocócica conjugada: protege as infecções de pneumococos, que causam doenças como: pneumonia e meningite. É necessário reforço aos 4 meses, 6 meses, entre 1 ano e 1 ano e 6 meses. Pode causar irritação, sonolência e choro. Rotavírus(VORH): Protege contra a diarréia causada pelo rotavírus. Dependendo do produto, é necessário reforço. Pólio - VIP (antiga Salk) e VOP (antiga Sabin): Protege contra a poliomielite,ou paralisia infantil, uma infecção viral muito grave. A Vip é injetável e a Vop, oral. As doses serão repetidas com 2,4 e 6 meses. Depois 2 reforços com 15 meses e entre 4 e 6 anos. Pentavalente: Protege contra difteria, tétano, coqueluche e infecções causadas pela Haemophilus Influenza tipo B e hepatite B. As primeiras doses são com 2, 4 e 6 meses, com 2 reforços aos 15 meses e entre 4 e 6 anos. Pode causar febre. Antimeningocócica conjugada C (MncC): Protege contra infecções causadas pela bactéria Neisseria Meningitidis (meningococo) do tipo C, que provoca cerca dos 75% dos casos de meningite meningocócica, uma inflamação das membranas que revestem o cérebro e a coluna vertebral. As primeiras doses são com 3 e 5 meses, com reforço a partir de 1 ano. Entre 6 e 11 meses Influenza: Protege contra a gripe. Deve ser aplicada a partir do sexto mês de idade, de preferência na época do vírus Influenza (por volta do mês de março). Entre 1 ano e 1 ano e meio Hepatite A: Combate o vírus da Hepatite A, doença altamente contagiosa que ataca o fígado. É injetável e em 2 doses, a partir de 1 ano, com intervalo de 6 meses. Tríplice viral: Protege contra caxumba, rubéola e sarampo. A primeira dose deve ser dada a partir de 1 de idade, com reforço entre 4 e 6 anos. Varicela: Mais conhecida como catapora. A primeira dose é a partir de 1 ano, com reforço entre os 4 e 6 anos. Na pré adolescência Vacina para HPV: Protege contra infecções pelo HPV, vírus que causa câncer de colo do útero e genitais masculino. 3 doses a partir dos 11 anos de idade. Vacina quadrivalente para meningite meningocócica: Protege contra quatro sorogrupos do meningococo. Está indicada, de rotina, aos 11 anos de idade. * *As informações são baseadas nos calendários do Programa Nacional de Saúde e também nos calendários da Sociedade Brasileira de Pediatria e da Sociedade Brasileira de Imunizações. Fonte: Momentos de Vida - Einstein Saúde